Notícias

ADUnB lança campanha para debater a Reforma da Previdência

image003

A PEC 287, também conhecida como Reforma da Previdência, consiste em uma série de medidas, algumas excessivamente severas, que está pondo em jogo o futuro de milhões de brasileiros. Diante disso, a Associação dos Docentes da Universidade de Brasília (ADUnB) está realizando uma campanha para promover o debate sobre o assunto e pressionar os parlamentares a fazer algo a respeito.

No hotsite dialogosadunb.com.br, a Associação revisa os principais pontos da PEC 287, além de disponibilizar uma ferramenta para entrar em contato com os políticos, solicitar apoio e mostrar indignação. O hotsite conta também vídeos que debatem temas relacionados à Reforma, tirando possíveis dúvidas e aprofundando a discussão. A estratégia de comunicação dos docentes também inclui postagens no Facebook e Twitter e um spot de rádio.

Essa campanha reforça a postura da ADUnB de motivar uma compreensão dialógica e questionadora da nossa realidade, que a Associação já vem desenvolvendo no âmbito da universidade, com a promoção de palestras e debates com a comunidade da UnB (e membros externos que se interessem). Esses eventos seguirão acontecendo ao longo do ano, bem como a presença dos docentes em atos e manifestações.

SOBRE A PEC 287

Entre as regras mais austeras da PEC, está a criação de uma idade mínima para se aposentar (65 anos), igualando homens, mulheres, trabalhadores rurais e servidores públicos. Essa decisão ignora, por exemplo, as diferenças de expectativa de vida nos diversos rincões do Brasil, bem como o fato de muitas mulheres ainda hoje possuírem dupla jornada de trabalho. Vale mencionar também a proposta de exigir 49 anos de trabalho para a conquista do benefício a 100% do teto do INSS para a aposentadoria.

Dito isso, a ADUnB não nega a necessidade de haver um equilíbrio financeiro e uma gestão transparente na Previdência. A discussão levantada pela Associação é: devemos questionar a Reforma da Previdência. Se ela é imprescindível, seria mesmo a PEC 287 a melhor solução? Em momento nenhum a proposta foi debatida com a sociedade e até então a decisão está sendo tomada impositivamente, de forma vertical. A ADUnB acredita que um projeto com consequências tão diretas e duradouras para o Brasil não deve ser conduzido dessa forma. É preciso pensar. É preciso pensar junto.

 

'+
1
'+
2 - 3
4 - 5
6 - 7
8 - 9
10 - 11
12 - 13
13 - 14
[x]